comprar ou alugar carro

Alugar ou comprar um carro, o que é melhor?

Para empresas ou profissionais autônomos, quase sempre surge uma dúvida: alugar um carro ou comprá-lo? Na maioria dos casos, o veículo é essencial para o trabalho, seja por fazer parte da execução de serviços ou por facilitar o contato com clientes. No post de hoje, trazemos algumas dicas para fazer a melhor escolha em termos de custo-benefício. Continue lendo e confira:

Quando comprar um carro pode ser viável

Se uma pessoa trabalha como assalariada em uma empresa, de segunda a sexta, e usa o automóvel para ir ao emprego, além de usá-lo nos fins de semana para passear com a família, talvez seja melhor comprar um carro. A posse do veículo, nesse caso, representa um bem para o profissional e possibilita maior liberdade de locomoção.

Ainda assim, é preciso se lembrar dos altos custos que a propriedade de um automóvel inclui, como documentação, seguro, manutenção preventiva etc. Isso sem contar a depreciação sofrida por carros novos, que em alguns modelos pode chegar a 20% já no primeiro ano de uso.

Quando alugar um carro é mais vantajoso

Para empresas e profissionais autônomos, muitas vezes alugar um carro traz mais vantagens do que adquirir o veículo. Isso porque uma parte considerável do capital do negócio terá que ser investida para se fazer a aquisição do automóvel, o que diminui o capital de giro e pode prejudicar as finanças da empresa ou do profissional.

No caso das empresas que precisam de frota, o custo de comprar os carros pode pesar muito no orçamento. Em compensação, estimativas de mercado apontam que os gastos com aluguel de veículos representam 25% a menos do que os custos em se manter uma frota própria.

Os custos recorrentes podem pesar na decisão

Quem usa o carro para trabalho precisa do veículo como suporte para a atuação profissional. Logo, os custos com o automóvel entram nas despesas do negócio e, consequentemente, na formação do preço do produto ou do serviço. Além disso, a propriedade de um carro requer uma série de ações para mantê-lo regular perante os órgãos do governo, bem como deixá-lo em pleno funcionamento.

Dessa forma, para empresas e profissionais autônomos, cuidar da parte burocrática de cada veículo, como licenciamento anual, pagamento de IPVA, seguro DPVAT etc. pode prejudicar a atividade-fim que exercem. Como a locadora de automóveis entrega o carro pronto para uso, nesses casos alugar um carro pode ser melhor.

É preciso levar em conta o tempo para negociação

Fazer a compra de veículos para uma frota ou adquirir um modelo para uso autônomo, por exemplo, como microempreendedor individual, demanda bastante tempo. Realizar uma pesquisa de preço, ir atrás de documentos e negociar um financiamento são atividades que tornam a compra de um carro um tanto desvantajosa, principalmente para quem não tem disponibilidade de cumprir todo esse roteiro. Ao alugar um carro, a empresa ou o profissional gasta um valor mensal menor do que se comprasse o automóvel e ainda não precisa de uma negociação tal demorada.

Calcular o preço da manutenção é fundamental

No caso do uso pessoal, o veículo geralmente é visto como sinônimo de status. Porém, no caso de um empresário, o fator econômico deve pesar mais na escolha de um automóvel. Se colocarmos na ponta do lápis os custos com manutenção do veículo, além de eventual assistência técnica 24 horas, alugar um carro é mais viável para uma empresa ou um profissional autônomo.

Isso porque, no caso de carros novos, o cliente é obrigado a realizar as revisões periódicas iniciais com a concessionária para não perder a garantia; já com o aluguel, é a locadora que se encarrega da manutenção. Além disso, ela possibilita que haja a renovação da frota, o permite que as empresas tenham veículos recentes em circulação.

Quer receber as novidades do blog da Rede Brasil Aluguel de Veículos diretamente em seu e-mail? Então, assine a nossa newsletter!

1 responder

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar seu comentário?
Sinta-se à vontade para comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>