rede-brasil

Como montar um novo negócio que já tem grande concorrência no mercado

Empresário criou rede de aluguel de carros com diferenciais que nenhuma outra tinha no Brasil

Paulo Nemer precisou de criatividade e coragem para montar uma locadora de automóveis que hoje já possui 20 franquias em 10 Estados brasileiros. Ex-franqueado de uma grande rede internacional de locação de automóveis, ele queria começar do zero no mesmo mercado de atuação, mas sabia que os desafios eram grandes, já que as redes existentes disputavam clientes oferecendo praticamente os mesmos serviços e preços que mantinham uma média de preços equivalente. Para driblar a concorrência e não ser simplesmente mais uma locadora de veículos, Nemer teve que criar diferenciais inéditos para a Rede Brasil, cuja sede está localizada em Serra, no Espírito Santo.

Para começar, o empresário começou a desvendar o que os clientes mais queriam de uma locadora e percebeu que uma grande lacuna existente nesse mercado era ir onde o cliente estava, ao invés de somente recebê-lo na loja para a retirada e devolução do automóvel alugado. “A Rede Brasil é hoje a única locadora que leva o automóvel onde o cliente está e depois vai buscá-lo onde for mais cômodo para ele. Isso fez com que muitos clientes que não tinham tempo ou disponibilidade para procurar endereços e ir até as lojas existentes, se tornassem rapidamente clientes fiéis nossos”, explica.

Para complementar o leque de serviços inéditos aos clientes, a Rede Brasil também implantou opções de coletas e entregas de encomendas, para que a locadora de automóveis fosse também uma alternativa a táxis e transportadoras, com muito mais agilidade e segurança para os clientes. Outros serviços exclusivos são: atendimento a eventos, passeios e city tour e diárias com motoristas, inclusive bilíngues. “O que gera fluxo de caixa numa locadora de veículos é o automóvel na rua, então, resolvi criar serviços para que o carro esteja sempre circulando e gerando faturamento, além de atender a diferentes necessidades dos clientes, o que não é comum neste mercado”, conta Nemer.

Quando a rede iniciou a expansão por franquias, Paulo Nemer também quis implementar diferenciais competitivos para os investidores. A Rede Brasil é a única franquia de aluguel de veículos que não possui pátio para guardar os carros, diminuindo, assim, os custos com o ponto comercial. “É possível abrir uma franquia da Rede Brasil num imóvel a partir de 30 m², já que o nosso foco é manter sempre os carros circulando. Caso eles estejam temporariamente parados, os franqueados fazem acordos com estacionamentos próximos para guardar os automóveis”, completa Paulo.

Com todos esses diferenciais diante da concorrência, a REDE BRASIL, que está completando 20 anos de fundação, tem a meta de abrir 8 lojas em 2014, em diversas cidades brasileiras. Para iniciar o negócio como franqueado, numa cidade de até 250 mil habitantes por exemplo, são necessários apenas 10 veículos e um ponto comercial a partir de 30m². O investimento total neste caso é de R$ 350 mil, já contando com a Taxa de Franquia e os automóveis, que são comprados pelos franqueados, com descontos que variam entre 12 e 22%.

alugar-carro-sao-mateus

Lavador de carro conquista negócio próprio e hoje fatura R$ 102 mil por mês

Com a ajuda inicial do proprietário da rede de aluguel de automóveis onde trabalhava, ele hoje tem uma franquia e 50 carros como patrimônio 

Geraldo Cordeiro dos Santos, 45 anos, começou a trabalhar na Rede Brasil – rede de franquias de aluguel de veículos de Vitória/ES quanto tinha apenas 25 anos. Sua função era lavar os carros sempre que eram devolvidos pelos clientes e deixá-los pronto para a próxima locação. Depois de 6 anos de trabalho, conseguiu comprar seu primeiro carro com a ajuda do franqueador da rede, Paulo Nemer, que também permitiu que Geraldo alugasse o próprio veículo para clientes de um hotel próximo.

Dois anos depois, Geraldo comprou seu segundo carro e não parou mais. Em 3 anos já possuía 6 automóveis e abriu seu próprio negócio. Hoje, ele opera a franquia de São Mateus, cidade do Espírito Santo que é divisa da Bahia e sua frota já conta com 50 veículos. “Tive a sorte de ter a ajuda de meu patrão na época, que acreditou em meu potencial como empreendedor. É difícil abrir um negócio onde você precisa comprar automóveis, mas não consegue crédito junto aos bancos porque não possui outros bens. O meu franqueador foi meu avalista e hoje meu negócio fatura R$ 102 mil por mês”, explica Geraldo.

A franquia de Geraldo Cordeiro dos Santos foi a primeira locadora de automóveis de São Matheus. Hoje, quase todas as redes operam na cidade, mas Geraldo se sente feliz por ser o pioneiro. “Quem abriu este mercado fui eu e hoje meu filho trabalha comigo para termos sucesso juntos”, completa ele.

Paulo Nemer, proprietário da rede, se sente orgulhoso de Geraldo. “Quando criei a franquia, sempre pensei em poder ajudar empreendedores potenciais e até hoje buscamos sempre ajudar os franqueados no início do negócio”, conta.

A Rede Brasil tem 20 anos de existência e hoje está presente em 10 Estados brasileiros com 20 franquias. A meta da empresa para 2014 é a abertura de mais 8 lojas em diversas cidades a partir de 250 mil habitantes. Além das cidades menores, a Rede Brasil está de olho nas capitais que sediarão a Copa do Mundo, como é o caso de São Paulo, quando o mercado de locação de automóveis deve faturar 30% a mais.

REDE BRASIL – FICHA TÉCNICA

Investimento total: de R$ 350 mil (cidades com até 250 mil habitantes) a R$ 3,5 milhões (para cidades acima de 1 milhão de habitantes)

Taxa de franquia: de R$ 25 mil (cidades com até 250 mil habitantes) a R$ 90 mil (para cidades acima de 1 milhão de habitantes)

Taxa de Royalties: valor fixo mensal, que varia de R$ 550,00 (cidades com até 250 mil habitantes) a R$ 2.500,00 (para cidades acima de 1 milhão de habitantes)

Taxa de Propaganda: valor fixo mensal, 10% sobre os royalties.

Faturamento médio mensal (1º ano de funcionamento): de R$ 45 mil (cidades com até 250 mil habitantes) a R$ 405 mil (para cidades acima de 1 milhão de habitantes)

Capital de Giro: a partir de R$ 15 mil

Prazo de retorno do investimento: a partir de 24 meses

Número de funcionários: de 3 (cidades com até 250 mil habitantes) a 10 (em cidades acima de 1 milhão de habitantes)

Prazo de Contrato: 5 anos